Terapia de Regreção

Por falta de documentos, não é possível saber com precisão a época em que começou a ser Utilizada a terapia de regressão, porém desde os primórdios da humanidade se sabe da grande preocupação do homem com a vida após a morte. Na visão do antropólogo Edgar Morin, não existe grupos arcaicos, por mais primitivo que seja, que abandone seus mortos sem os ritos de passagem, por acreditarem, instintivamente, que a vida continua após o termino desta nossa experiência terrena.

No Egito antigo, foi desenvolvida a técnica de desdobramento. Nesse estado, o ser espiritual, parcialmente liberto, tinha condições de deslocar no tempo e no espaço e assim poder acessar conhecimentos que no estado de vigília não seria possível.
Acredita-se que os egípcios tenha sido os criadores dos TEMPLOS DO SONO, nos quais os sacerdotes administravam tratamentos similares em seus pacientes por meio do uso da sugestão. Os sacerdotes faziam uso da hipnose iniciática, visando, a eliminação de traumas ou fobias e despertando a consciência interior, potencializando a inteligência emocional. Esses templos ficaram muito populares, espalhando-se depois para a Grécia e a Ásia Menor: Os gregos adotaram as técnicas dos TEMPLOS DO SONO dos egípcios e há inscrições revelando grandes curas.

Na Índia, Caldeia, China, Roma, Pérsia, esse tratamento era igualmente utilizado para obter fenômenos psíquicos, que na época eram considerados místicos, paranormais ou sobrenaturais. Segundo documentos históricos na Caldeia, os sacerdotes curavam pessoas por meio da alteração do estado de consciência, com a ajuda a indução e pelo uso de passes e cânticos.

Existem referências de que Hipócrates médico grego considerado o “Pai da Medicina” e cujo juramento é feito na formatura dos cursos de medicina, tenha usado as terapias de regressão. Ele argumentou sobre o fenômeno da regressão afirmando que “ a aflição sofrida pelo corpo, a alma enxerga muito bem com os olhos cerrados.

O que é realmente terapia de regressão?
A terapia de regressão é uma técnica usada para obter o desligamento de situações traumáticas do passado que ainda estejam nós afetando no atual momento, Podendo ser de vidas passadas como se diz, vida intra-uterino, situações de algum momento desta vida em que pelo bloqueio que criamos não conseguimos acessar. É uma abordagem terapêutica fundamentada no acesso a conteúdos que transcendem a memória comum, direcionando o foco para o inconsciente, no qual estão registrados fotos traumáticos, medos, desafetos, crenças, sentimentos, emoções, pânicos vividos em outras vidas, ou em algum momento que ficou perdido em algum momento devido a um grande trauma vivenciado. A recordação e a re-vivência de situações traumáticas, do ponto de vista emocional, físico ou, mais comumente de ambos promove o desligamento e o esvaziamento dessas cargas passadas, que ainda carregávamos por ainda estarmos sintonizados lá, naquele trauma, portanto ainda estavam nos influenciando até o dia de hoje! Existe inúmeras Escolas de Terapia de Regressão em diversos países e cada terapeuta de Regressão uma técnica própria, da qual ele mais se identificou.

BENEFÍCIOS DA TERAPIA DE REGRESSÃO

Os benefícios são inúmeros, porque além de procurara, para fazer o tratamento na sua origem, lá na causa, de onde podemos emergir com os nossos sentimentos e pensamentos conflitantes, certas idéias, crenças, e atitudes estranhas, como pânicos  aparentemente infundados, fobias, tristezas profundas, sensações de abandono, solidão, medos intensos, timidez extrema, podendo estar anos próximos atrás, ou centenas e, às vezes, milhares de anos passados, permitindo assim as pessoas conhecerem-se melhor, e entenderem a sua personalidade congênita, os benefícios físicos são a possibilidade de curar dores sem diagnóstico e algumas vezes sem tratamento, como fibromialgia, enxaquecas, doenças como asma, principalmente quando ela se manifesta na infância, uma grande expectativa de solução para os casos de fobia, pânico e depressões severas, é uma terapia de limpeza do inconsciente, desligamento de fatos e uma viagem de autoconhecimento.