Mandala

- A mandala em Sânscrito, significa círculo de cura, mundo inteiro ou integral

- A mandala está diretamene ligada ao universo das energias iluminadas, as mesmas que paradoxalmente constituem as emoções em desequilíbrio, como raiva, apego e ignorância, em estado de transmutação sublime nas esferas de luz. nestas dimensões elevadas e sutil estes sentimentos ganham status de força, compaixão e sabedoria.

Portanto distantes destas maculas, o homem transcende sua condição dualista e acaba alcançando a integridade.

- Quando encontramos expressão nos desenhos de mandalas, o inconsciente reage reforçando uma atitude de devoção á vida.

- Desde sempre que a Humanidade se expressa em formas circulares. Para as civilizações que percebem no círculo o reflexo da essência divina, cria-la significa um ato sagrado por meio do qual eles tentam se harmonizar com as forças divinas do univeso, criando a idéia que o resultado dessa ação seja a virtude.

- A prática da mandala torna-se, pois, uma atividade linda e bastante atraente em razão dos maravilhosos benefícios que produz.

- A mandala com o seu mecanismo de criação é uma forma de meditação, pois quem esta criando a mandala mentaliza a imagem em uma disposição tridimensional.

- Arte e Religião se confundem na criação de uma mandala, pois este belo processo é transformado em um ritual Sagrado.

- Existem vários sistemas de cores e muitas interpretações com esse elemento e sua utilização na criação de uma mandala. - As mandalas contêm e organizam energias do inconsciente numa forma que pode ser assimilada pela consciência.

- Podemos fazer uso das mandalas para muitos fins terapêuticos, entre eles o relaxamento, meditação, autoconhecimento, criatividade, criação, forma de linguagem de nossa essência, cujo dinamismo reside no inconsciente.