Renascimento

O renascimento ou rebirtheng é um ato de respirar consciente capaz de promover um profundo autoconhecimento e desenvolvimento pessoal através de uma real integração corporal, energética, emocional e mental. O renascimento pelo nome que foi adotado, é na maioria das vezes associado ao ato do nascimento, todavia, o que acontece de fato é que o ato de respirar consciente através da técnica “renascimento ou rebirtheng,” promove a ativação psíco-física, trabalhando assim desde os bloqueios mais simples, primitivos, como a primeira experiência do ato de respirar nascimento – físico, até momentos mais complexos da vida. Com certeza para a maioria de cada um de nós, não foi nada agradável ser retirado de um ambiente aconchegante, protegido, acolhedor e quentinho como o útero materno, e vir para um mundo completamente diferente do já antes sentido e conhecido até então, mundo frio, mundo este, onde a primeira respiração implica em continuar vivendo de maneira diferente gostando ou não. Podemos dizer que vivenciar o renascimento é dar um novo significado para nossa vida, nos mais diversos aspectos, inclusive no momento em que viemos para o mundo, será que você já se questionou, ou a sua mãe, ou mesmo a sua família, como foi o seu parto? Se sua mãe estava feliz? estava confortável? Será que estava nervosa? Será que você queria sair, vir ao mundo? Será que foi desejado (a) e esperado (a)? será que sentiu dores no corpo? São inúmeros os questionamentos que devem ser feitos quando sentimos que algo não esta bem, quando percebemos parecer que um pedaço do nosso quebra cabeça da vida esta faltando e que talvez tenha ficado nesta fase da sua vida. Afinal, são nas primeiras experiências como ser físico que adquirimos algumas contrações relacionadas ao medo, de rejeição, a sensação de estar perdido, e ao prazer que muitas vezes é reprimido ainda na infância. O ato respirar consciente traz a ressignificação da nossa história, e ao mesmo tempo gera novos espaços para manifestarmos o ser espontâneo, livre e criativo que devemos ser. O oxigênio que entra no corpo no momento de cada inspiração está repleto não apenas de nutrientes e de energias necessárias à nossa vida, mas também da qualidade e quantidade de expansão que conseguimos para abrirmos espaços que estavam sufocados, presos, reprimidos, doloridos. É essa quantidade, mas principalmente qualidade quando respiramos profundamente que nos auxilia a abrir cada vez mais para níveis muito mais profundos do nosso ser, e para os nossos próprios poderes interiores de cura. A respiração que já era praticada

á muitos anos pelos professores de meditação e pelos yogues, no qual chamavam de pranayama (prana = energia vital, yama = controle). Uma sessão de renascimento dura aproximada mente 90 minutos, podendo se estender caso necessário para 120 minutos. Como é dividida a sessão: primeiro se faz uma consulta de avaliação depois a forma de trabalho do terapeuta é explicado, isto tem sempre que acontecer antes que a sessão se inicie, parece obvio mas muitas vezes já ouvi relatos que esta parte da conversa não existiu, gerando uma desconfiança, um desconforto, uma insegurança por parte do cliente, e isto é tudo que o terapeuta não pode querer neste momento da consulta, pois os limites dos clientes deverão ser sempre respeitados.

O renascimento é uma técnica que não tem contra indicação por tanto se destina à todas as pessoas que desejam se conhecer, e se desenvolver através de uma metodologia que integra corpo, energia, emoção e mente descobrimos novos níveis do ser. O ato de respirar nos traz experiências de expansão, prazer e bem-estar, além de estados alterados de percepção.

Os efeitos do renascimento são profundamente terapêuticos e diariamente precisamos curar as disfunções respiratórias, stress, ansiedades, fobias, pânicos e desequilíbrios diversos. O mais freqüente são os relatos de alívio das desarmonias, surgimento da compreensão, integração, aceitação, experiências prazerosas de contato com o próprio corpo e aprofundamento em estados meditativos.

Os benefícios do renascimento são inúmeros, como:

- Alívio do estresse físico, emocional e mental;

- integração dos bloqueios energéticos, emocionais e mentais;

- sensação de bem estar e serenidade;

- Autoconfiança e autoconhecimento;

- Desenvolvimento da percepção corporal, energética, emocional e mental;

- Resgate do ser integral.

Tudo que vivemos é refletido na respiração por isso constantemente ouvirmos as pessoas dizendo coisas como: “estou com o peito muito apertado”, “tenho me sentido profundamente sufocado”, “ parece que não tenho tempo nem de respirara”, “ preciso tirar umas férias para variar de ares”, “estou sem inspiração”, “sinto uma dor no estomago como se tivesse levado um murro”, e outras questões mais que são comuns quando não sabemos o que esta acontecendo, então mesmo sem percebermos, acabamos por falar muito de respiração. Na verdade respiramos pouco e mal, isso pode ser facilmente transformado; da mesma forma que desequilíbrios, medos, estresse e outros, geram tensões em nossas vidas, no renascimento, quando desenvolvemos consciência ao respirar a tornamos relaxada e fácil de reencontrar nosso eixo pois estaremos produzido um efeito benéfico em todos os campos do nosso corpo físico, energético, emocional e mental.

Numa sessão de renascimento, inspiramos e expiramos pelas mesmas vias nariz ou boca, ligando a inspiração e a expiração, sem pausas. Vale a pena relembrar que esta é a verdadeira respiração circular. Ajudamos para que a inspiração seja profunda e permitimos que a expiração seja solta e relaxada, sem interferências. É só o que precisamos fazer, o resto acontece naturalmente. Após alguns minutos o cliente começa a experimentar algumas sensações físicas, que são completamente normais, faz parte do processo, pode ocorrer uma mudança de temperatura corporal, formigamento, pequenos espasmos, tremores prazerosos, também começam a surgir memórias, emoções, sensações de estar fora do corpo ou reviver algum momento específico importante para o processo de cura.

O importante no renascimento é permitir que a técnica aconteça e continuar respirando sem interferir, simplesmente acompanhando e observando seu corpo como um mero expectador.

Após mais ou menos 60 minutos de sessão começamos a experimentar uma profunda sensação de bem-estar, leveza, vitalidade, relaxamento, paz, harmonia, integração com o divino,  percepção corporal, emocional e mental. A técnica de renascimento é uma poderosa ferramenta que nos leva a diferentes camadas da personalidade, trazendo clareza e entendimento a padrões inconscientes de comportamento. Estas sessões podem levá-lo a reviver e dissolver experiências traumáticas do nascimento ou da infância. Respiração energética, divertida e muito prazerosa. Produz êxtase para quem a vivencia. É um método simples de respiração circular que costuma nos reconectar com a unidade da natureza. O corpo é a nossa casa, um templo sagrado e divino, por isto a respiração energética consciente é frequentemente chamada de experiência biológica de Deus. O renascimento, é uma técnica de cura que torna as pessoas espiritualmente mais auto-suficiente. Energiza o corpo e a mente, limpa o sangue e o sistema nervoso.

O renascimento começou no oriente, com os yogues e professores de meditação. Algumas das técnicas de respiração chegaram no ocidente em meados da década de 1970. Podemos relatar algo curioso, um americano estava tomando banho quente e começou a sentir um profundo relaxamento, amolecimento, que sentimos após algum tempo submetidos ao calor. Leonard Orr ficou curioso o que podia acontecer com uma pessoa que ficasse por mais de uma hora no calor. Então Leonard Orr ficou, e após alguns minutos sua respiração começou a ficar alterada e então passou a experiência de estar revivendo seu nascimento. Quando sua experiência terminou, estava se sentindo profundamente relaxado, tranqüilo, feliz e “RENASCIDO”, daí o nome renascimento ou rebirthing.

 

ALQUIMIA DA RESPIRAÇÃO

- O nosso conhecimento ocidental sobre os grandes benefícios da respiração vem de antigas filosofias orientais. A respiração é usada no oriente como um  veiculo da iluminação espiritual e saúde física, por muitos séculos.
- Podemos conscientimente mudar nossa química, percepção e atitude pela mudança da profundidade e ritmo de nossa respiração.
- Podemos constatar com muita clareza, que o uso da respiração melhora nossa saúde, estados emocionais, amplia nossa claridade mental, é uma habilidade que todos podem se beneficiar pelo aprendizado.
- Os efeitos de uma respiração consciente são inumeros. Toxinas recebidas diariamente são liberadas pela respiração.
- Respiração profunda e completa, vai massagear e tonificar órgãos internos e os músculos abdominais.
- A maioria das pessoas, em nossa cultura, tem uma respiração curta, restrita e bastante limitada.
- Respirar, fisicamente, um componente importante da energia vital.
- Quando retemos nossa respiração desativamos nossos sentimentos, que se tornam represados e acabam por ficar armazenados na na nossa mente subconsciente e corpo etério
- O armazenamento desses sentimentos represados literalmente requer bastante quantidade de nossa preciosa energia e assim acaba criar muitas tensões crônicas em nosso corpo.
- Quando respiramos profundamente e ritmicamente, é um intenso processo de ajuda no acesso de nosso reino subconsciente, onde os traumas mentais e emocionais são depositados.
- O prazer de exercitar a saudavel respiração diariamente nos ajuda a desbloquear energias que estavam que estavam bloqueadas por tanto tempo. Podemos sentir durante o dia os benefícios não só no físico, mas no coração, que se tornara muito leve e preenchido de amor.

 

 

RESPIRAÇÃO HOLOTRÓPICA

Nos últimos vinte anos, minha esposa Cristina e eu desenvolvemos uma abordagem para a terapia e auto-exploração que chamamos de “respiração holotrópica”. Ela induz estados holotrópicos muito poderosos através de uma combinação de meios muito simples, respiração acelerada, música evocativa e uma técnica de trabalho corporal que ajuda a liberar bloqueios bioenergéticos e emocionais residuais. Em sua teoria e prática esse método une e integra vários elementos de tradições antigas aborígenes, filosofias espirituais e psicologia profunda do ocidente.

 

Respiração Holotrópica

(Por Stanislav Graf)

Extraído do livro “Psicologia do Futuro”, adaptação Alexandre Pedrassoli

 

A respiração holotrópica e uma técnica criada por Stanislav Grof , psiquiatra Húgaro radicado nos EUA, e sua esposa Cristina Grof, com o intuito de provocar alterações de consciência através da respiração. A respiração holotrópica é utilizada na psicoterapia experimental e auto-exploração profunda, existente na transpessoal, que se embasada no que Stanislav Grof chamou de potencial curativo e transformador dos estados ampliados de consciência, e vem sendo aplicada desde a década de 1976 ao redor do mundo.

O método utilizado combina respiração mais acelerada e profunda do que estamos acostumados usar, mas também fazemos uso de músicas evocativas, trabalhos corporais, arte, permitindo que o cliente amplie sua consciência e se conecte à sabedoria e a capacidade de cura própria do corpo e do psiquismo , instância psíquica esta foi que Grof chamou de curador interno. Este estado de consciência tem a capacidade de selecionar e trazer a tona conteúdo de forte e profunda carga emocional e, portanto, de muita importância as dinâmicas psíquicas, podendo reviver ou conectar não apenas o material biográfico (do nascimento até o momento presente), mas também acessar às memórias de nossa gestação e parto e ilimitado espectro dos fenômenos transpessoais.

O campo transpessoal compreende vivencias, experiências onde o indivíduo não vai se sentir limitado pelo ego, espaço ou tempo, podendo entrar em contato com os domínios místicos e arquetípicos, o inconsciente coletivo, o transcendente e o cosmo. Estas vivencias transpessoais auxiliam o indivíduo, ajudar a superar as crises existenciais e despertar para uma visão mais participativa de maior compaixão  para conosco, pela humanidade e para com o planeta.

A respiração holotrópica aumenta a quantidade de oxigênio no cérebro e, portanto altera nossas ondas cerebrais. É importante frisar que a respiração holotrópica não é uma técnica que se possa fazer sozinho.

“Um homem fiel que se dedica ao conhecimento transcendental e que subjuga seus os sentimentos está qualificado para conseguir este conhecimento, e, tendo-o alcançado, obtém rapidamente a paz espiritual suprema.”

Bhagavad-Gita